segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

#106 Resenha - A Vida do Livreiro A.J. Fikry (Gabrielle Zevin)


Postado em 29/12/2014 as 10:44

Uma carta de amor para o mundo dos livros “Livrarias atraem o tipo certo de gente”. É o que descobre A. J. Fikry, dono de uma pequena livraria em Alice Island. O slogan da sua loja é “Nenhum homem é uma ilha; Cada livro é um mundo”. Apesar disso, A. J. se sente sozinho, tudo em sua vida parece ter dado errado. Até que um pacote misterioso aparece na livraria. A entrega inesperada faz A. J. Fikry rever seus objetivos e se perguntar se é possível começar de novo. Aos poucos, A. J. reencontra a felicidade e sua livraria volta a alegrar a pequena Alice Island. Um romance engraçado, delicado e comovente, que lembra a todos por que amamos ler e por que nos apaixonamos.

Já faz um tempinho que li esse livro. Foi uma das minhas aquisições na Bienal do livro de SP desse ano, uma indicação das meninas da editora Paralela, no encontro de blogueiros que ocorreu em um dos dias da bienal. 

O que me cativou para ler essa obra, foi o que uma das meninas disse: "Para quem ama ler e ama livros, tem que ler 'A vida do livreiro'." Se não fosse por isso, talvez o interesse não teria sido desperto. 

É uma obra sem igual. Diferente dos livros adolescentes de hoje em dia em que as estórias são quase todas iguais - mudando apenas os motivos ou a localidade - a vida do livreiro é algo totalmente novo, idéias e pensamentos amplos. Fiquei impressionada como a autora Gabrielle Zevin conseguiu fazer um personagem tão rabugento e cativante como A.J. Fikry. Me comoveu como Zevin conseguiu expressar o que é o amor para cada um, e o que ele nos move a fazer. O que eles nos transforma.

E olha... tirando a bíblia, nunca enchi tanto um livro de post-it como esse livro, vou alistar algumas das minhas frases favoritas da obra:


♡ "Um lugar não é um lugar sem uma livraria."

♡ "Livrarias atraem o tipo certo de gente."

♡ "Eu gosto de conversar sobre livros com pessoas que gostam de conversar sobre livros"

♡ "Já vi gente do cinema de férias e já vi gente da música, e gente de jornal também. Não tem ninguém no mundo como o pessoal dos livros. É um negócio de cavalheiros e damas."

♡ "Lemos para saber que não estamos sós. Lemos por que estamos sós. Lemos e não estamos sós."

♡ "Você descobre tudo que precisa sabre sobre uma pessoa com a resposta dessa pergunta: Qual é o seu livro preferido?"

♡ "Só conversaram sobre livros, mas o que, nessa vida, é mais íntimo do que livros?"

É isso queridos. É um livro perfeito, lindo, e se você é emotivo(a) sem duvida vai chorar, se emocionar, se arrepiar com a vida do livreiro. E se fosse biografia, seria sem dúvida, mil vezes melhor que Anne Frank (opinião extremamente pessoal! não me amaldiçoem! rsrs)

Beijos a todos! 


Read More




domingo, 28 de dezembro de 2014

Editora Novo Conceito em apoio a Fundação Abrinq – Save The Children


Postado em 28/12/2014 as 11:07

Bom dia leitores queridos!

Essa semana eu recebi um e-mail muito especial da simpática editora Novo Conceito. A editora sempre vem inovando e surpreendendo a cada ano. E para o ano que vem a partir de janeiro, a editora vai doar uma porcentagem de todos os livros vendidos para a Fundação Abrinq – Save The Children. Com o objetivo de auxiliar na defesa da cidadania e direitos das crianças e adolescentes.

Fundação Abrinq foi criada em 1990, é uma organização sem fins lucrativos que tem como missão promover a defesa dos direitos e o exercício da cidadania de crianças e adolescentes.Desde 2010 é representante da Save the Children no Brasil e com esta parceria foi capaz de potencializar sua ação na proteção dos direitos das crianças e dos adolescentes no Brasil. São mais de 7 milhões de meninos e meninas beneficiados.

Assista um vídeo que fala mais sobre a fundação: 


Essa é uma ação maravilhosa! E comprando um livro da editora NC cada um de nós contribuirá para essa caridade. Ajudando assim, a contribuir para uma educação e um auxilio melhor para as nossas crianças e adolescentes. 

Se você quiser saber mais sobre a editora Novo Conceito, clique aqui. E para saber mais sobre a Fundação Abrinq clique aqui.

Fonte Editora Novo conceito e fundabrinq.org
Read More




terça-feira, 21 de outubro de 2014

#105 Resenha - Mentirosos (E. Lockhart)

Postado em 21/10/14 as 16:12

Cadence vem de uma família rica, chefiada por um patriarca que possui uma ilha particular no Cabo Cod, onde a família toda passa o verão. Cadence, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat (os quatro "Mentirosos") são inseparáveis desde os oito anos. Durante o verão de seus quinze anos, porém, Cadence sofre um misterioso acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos, tentando juntar as lembranças sobre o que aconteceu.

Boa tarde queridos!

Semana passada terminei mais uma leitura da editora Seguinte. O livro se chama Mentirosos, da autora Emily Jenkins, conhecida como E. Lockhart. 

Ganhei esse livro no encontro de blogueiros da editora Seguinte na bienal do livro em agosto desse ano. O livro é como um 'manuscrito', já que ele até aquele momento só tinha em formato digital. Então, o meu livro não é esse da capa bonitinha com os quatro personagens nela. É simples:amarelo, folha branca e sem a 'orelha do livro'. Vamos dizer que é uma edição privilégiada. (rsrs).

Sobre a personagem Candece, achei ela uma garota bem perturbada. Ela é uma garota rica que vem de uma família abastada. Nunca falta nada pra ela. Porém ela passa por momentos delicados como a separação dos pais, a morte de sua vó, a briga de sua mãe com as tias pelas propriedades do avô, e todas essas coisinhas de gente rica que tem muito e não sabe pra quem deixar. 

Então Candy (Candece) sofre um acidente e perde a memória dessa época dos 15 anos em que estavam na ilha e se acidentou. Nos dois anos seguintes ela tenta fazer o possível pra se lembrar do máximo que consegue, fragmentos. Todos da família se recusam a falar qualquer coisa sobre o assunto. E que ela tem que se lembrar sozinha do que houve. 

Os capítulos são curtos, o que na minha opinião é pratico para quem tem que fazer muitos intervalos na leitura. Assim não fica tão picado e perdido a linha de raciocínio. Outra coisa que me chamou a a tenção foi que a autora usa frases curtas e direta. Acho que ela quis passar a intenção que Cady ficou meia dopada de tanto remédio que toma por causa das dores de cabeça. 

Uma coisa bacana foi que Cady costumava contar muitos contos de fadas. Geralmente a mesma história mais com versões diferente. Achei bem bacanas e criativas. Uma que ela contou sobre o dragão, o rei e as três filhas dele não me é estranha. Mas não vou contar, vou deixar que vocês leiam. 

E sobre o acidente que houve com ela, quase deu vontade de arrancar meu coração conforme ela ia contando, conforme ela ia descobrindo. Chorei gente. Mas OK, parei aqui. Se vocês quiserem saber os spoilers, continuem abaixo. Caso contrário me despeço aqui. 

Essa é a edição que tenho, mas como to sem a câmera comigo,
peguei essa da internet, no blog Mudando de Assunto.
ABAIXO TEM SPOILERS

O que acontece no final? O final é triste gente. Muito. Houve um incêndio que os Mentirosos: Cady e seus primos Johnny e Mirren e seu amigo Gat provocaram propositalmente. Acabou que eles morreram e só Cady sobreviveu. Só que a parte que não gostei, foi que durante toda a leitura eles estavam la, conversando com ela depois dos dois anos do acidente. Ela conversava com eles, passeavam e brincavam bem de boa. Normal. Dai no final ela descobre que eles não eram eles. Estavam mortos. Dai como ficou sem muita explicação, não entendi se eles era pensamentos na mente dela, ou outra coisa. Acredito que eram pensamentos, sei la. Ficou muito vago. Mas essa foi a parte que não gostei sabe. Não leio livros que tem essa temática e infelizmente é uma coisa que só se descobre no final, nas últimas linhas. Foi chato sabe. Mas tirando esse detalhe - o que na verdade é a linha inteira do livro, o seu tema no final das contas - até que é legal. Mas isso me decepcionou.

Em fim gente, espero que tenham gostado da resenha. Não deixem de comentar ta. Por favor. Beijinhos


Read More




segunda-feira, 13 de outubro de 2014

#104 Resenha - A Promessa (Harlan Coben)

Postado em 13/10/2014 as 20:29


Myron Bolitar sempre teve um forte impulso de salvar pessoas em perigo. Myron faz com que as filhas de sua namorada e a de sua melhor amiga prometam que, se estiverem em apuros, ligarão para ele e nunca entrarão no carro de alguém alcoolizado. Numa noite, Aimee, a talentosa filha de Claire, liga para Myron, mas a garota não quer carona para casa, mas para um endereço desconhecido por todos. No dia seguinte, ela desaparece, e a vida de Myron é totalmente transformada: de super-herói a principal suspeito. Myron Bolitar vai perseguir a verdade e a justiça e provar sua inocência.
Um thriller instigante, cheio de revelações surpreendentes, em que os conflitos da adolescência e seus perigos são apresentados de maneira dura e real. Promessas sempre devem ser cumpridas, independentemente das conseqüências...

Boa noite meus queridos e amados leitores. 

Semana passada voltei a ler meu amado Harlan Coben. Pra quem não sabe, eu tive uma ressaca de Harlan que acabava sendo tudo muito repetido pra mim, e acabei me enjoando um pouquinho. Mas já passou! Estou 'limpa' por assim dizer. 

Por onde eu começo? Bom, dessa vez o Harlan se superou. Ele driblou toda a estória, e quando você acha que acabou, não acabou. Claro que não vou dizer o que acontece pra não estragar a surpresa de vocês, mas garanto que você não vão se desapontar.

Uma coisa que notei foi que o autor usou alguns personagens que no ponto de vista de alguns pode ser para 'encher linguiça' ou no ponto de vista de outros - como da minha - para causar uma breve distração de quem poderia ser o criminoso. Achei isso bem bacana, já que confunde o leitor e da mais credibilidade ao tema policial. 

Uma coisa que jamais se perde em qualquer livro do Harlan é seu sarcasmo - amo. Ele consegue colocar o sarcasmo na quantidade certa, nada de manos, nada de mais. E esse sarcasmo usado pelo protagonista deixa os bandidos encabulados, o que da um toque pessoal a sua forma de interrogatório.

E claro, como esse livro é da série do Myron Bolitar, ele apareceu em grande estilo fazendo estrago no coração da mulherada - só que não. O Myron gente, é muito engraçado. Eu fico imaginando aquele ipo de policial maduro e solteirão tipo o Al do seriado Unforgettable - só que mais bonito - e com um toque de brincalhão. Acho muito bacana isso. 

Bom, sobre a capa fiquei chateada por ela ser fora do tamanho dos outros livros que tenho do Harlan (que enjoada né?). Mas é verdade gente, gosto de arruma-los na minha estante por ordem de autor, tamanho e cor. E essa quebra de tamanho furou com minha ordem. Já que todos os outros são padrões e esse é menor. 

Esse é o livro 8 da série Myron Bolitar. Os outros são em ordem: Quebra de Confiança (livro 1), Jogada Mortal (livro 2), Sem Deixar Rastros (livro 3), O Preço da Vitória (livro 4), Um Passo em Falso (livro 5 lançamento em novembro), The Final Detail (livro 6 não tem em português), Darkest Fear (livro 7 não tem em português), A promessa (livro 8 esse que vocês esta lendo a resenha), Quando Ela Se Foi (livro 9) e Alta Tensão (livro 10).

E gente, eu preciso mostar (de novo) essa foto. Pra quem não sabe, eu conheci o autor na bienal do livro. Fui uma das 'cagadas' que não conseguiu pegar senha e bem no finalzão da fila ainda assim pegou autógrafo e foto!

Fiquei chateada que os livros dessa série não foram traduzidos em sequência. Num livro fiquei sabendo de algo que só é contado no livro anterior que não foi traduzido pro português. Dai fica meio embaralhado, e a estória pessoal de Myron - que é a única coisa que tem sempre uma continuação no livro seguinte - fica meio perdida. Você não sabe se isso aconteceu antes ou depois. Mas a parte do mistério e os crimes é tudo estórias independentes. 

Em fim, isso é tudo pessoal. Aguardo vocês no próximo post aqui fo blog. Beijões!


Read More




sábado, 11 de outubro de 2014

Resultado do sorteio de 4 anos do Blog Mil Léguas!

Vocês notaram como eu sou uma excelente pintora? (Só que não)
Booooooooooa tarde meus queridos e amados leitores! 

Hoje, exatamente hoje, faz quatro anos que tenho esse meu amado blog. Amo o que faço, amo escrever, amo ler, amo ganhar livros (quem não ama?) amo meus parceiros queridos (Editora M.Books, autores Mauricio Gomyde e Anderson Vitorello), amo vocês leitores que sempre me visitam e comentam aqui no blog.

Só tenho a agradecer a todos os que me acompanham, desde o início. E também aqueles que pegaram o trem andando, mas que sempre dão uma passadinha por aqui. Também agradeço muito a Gabriela do blog Fluffy, que participou junto dessa promoção, e que ajudou muito a impulsionar os seguidores do blog. 

Agradeço a Adriana do blog Garota Eclética e a Bruna do blog Descobrindo Jane Austen, minhas amigas que por causa delas eu virei blogueira. E estou aqui nesse sábado aproveitando pra escrever a vocês. Também agradeço a o Skoob, que foi uma excelente ferramenta pra mim poder divulgar meu blog. 

Também agradeço as editoras queridas Novo Conceito, Arqueiro e Sextante. Que mesmo não sendo mais parceiras do blog (por enquanto) foram um excelente suporte. Ganhei muitos livros e muitos mimos deles, e tive a oportunidade de fazer vários sorteios graças aos livros extras de cortesia que recebia.

E também, não posso deixar de fora a mãe e o pai, que fora meu suporte, se é que me entendem quando eu precisava colocar algo no correio. Os sorteio são muito bacanas, mas dão aquele 'preju'. Mas vamos coloca-lo como um 'preju' saudável. Um investimento.

Foram no total 117.986 visualizações no blog, 1310 seguidores, 2039 curtidas no Facebook, 400 postagens (contando com essa) e 103 resenhas escritas. É pouco comparado com outros blogs bacanas? É. Mas essas é minha pequena conquista, e sou imensamente grata!

Em fim, estou realmente feliz mesmo. Sei que vocês querem ir direto ao ponto: o resultado do sorteio. Mas fui obrigada a soltar isso antes de mais nada. 

Vamos ao que interessa, não é verdade? O resultado. E o(a) ganhador(a) é....

ALINE COSTA! 

Parabéns Aline. Foi enviado uma notificação para seu e-mail e no chat do Facebook, você tem até segunda feira (13/10) as 20:00 para responder. Caso contrário farei um novo sorteio. 

Se você não ganhou, não fique chateado. Ainda temos mais uma mega promoção rolando aqui no blog em parceria com autor Mauricio Gomyde. Participe, não perca sua chance se tornar o personagem do novo livro dele, e ainda ganhar um leitor digital da Saraiva, o LEV. Para participar é só clicar aqui.

Beijinhos meus amores, fiquem bem e tenham um ótimo final de semana!


Read More




quarta-feira, 8 de outubro de 2014

#103 Resenha - Fique onde esta e então corra (John Boyne)

Em meio às tragédias da Primeira Guerra Mundial, o amor é a única arma de um garoto para curar seu pai. Alfie Summerfield nunca se esqueceu de seu aniversário de cinco anos. Quase nenhum amigo dele pôde ir à festa, e os adultos pareciam preocupados — enquanto alguns tentavam se convencer de que tudo estaria resolvido antes do Natal, sua avó não parava de repetir que eles estavam todos perdidos. Alfie ainda não entendia direito o que estava acontecendo, mas a Primeira Guerra Mundial tinha acabado de começar. Seu pai logo se alistou para o combate, e depois de quatro longos anos Alfie já não recebia mais notícias de seu paradeiro. Até que um dia o garoto descobre uma pista indicando que talvez o pai estivesse mais perto do que ele imaginava. Determinado, Alfie mobilizará todas suas forças para trazê-lo de volta para casa.

Segundo um dicionario online, o significado do amor é "afeição profunda a outrem, a ponto de estabelecer um vínculo afetivo intenso, capaz de doações próprias, até o sacrifício." O que vocês acham? Será que é isso mesmo? Depois de ler Fique onde está e então corra, fica bem claro que o amor é exatamente isso. 

Quando pequeno, Alfie sempre perguntava ao dono da loja de doces por que ele se mudou de Praga para a Inglaterra, se Praga era um lugar que ele tanto gostava e dizia ser um lugar maravilhoso de viver. Ele sempre respondia: por amor. Alfie, muito pequeno não entendia o significado de suas palavras, dava de ombros e logo já achava qualquer outra coisa interessante pra fazer. 

“Assim como em O menino do pijama listrado,Boyne conduz os leitores pelas 
agonias da guerra através do olhar de uma criança.” 
- School Library Journal
Depois que seu pai foi pra guerra, a única coisa que existia como comunicação era as cartas que George - seu pai - mandava para a família. Alguns anos depois que a guerra começou, Alfie decidiu fazer a 'sua parte' como diziam todos a sua volta. Então ele foi trabalhar como engraxate numa estação ferroviária. E la, ele descobre uma pista sobre seu pai, já que se passou quatro anos e George não deu notícias.

Então, aos nove anos de idade, Alfie decide bolar um plano para resgatar seu pai. Mal sabe ele que terá que enfrentar coisas que ele nem imagina para uma mente tão jovem. 

Mais um livro que leio e me pergunto o que as pessoas tinham em mente ao mandarem meninos para a guerra. Qual era o objetivo de tudo aquilo? Que sentido tinha crianças matarem crianças que nem conheciam, que não sabia o por que, em nome de uma causa que nem sabiam de todos os fatos? 

Isso era também o pensamento de George em algumas de suas cartas. No começo as cartas, segundo Alfie, era como se seu pai estivesse em uma colônia de férias. Algum tempo depois, a unica coisa que contia nas cartas era pavor. 

Lendo a história eu ficava me perguntando qual era a moral de tudo aquilo, já que estava chegando no final do livro e não tinha visto nada que tivesse despertado um certo brilho. Mas foi nos últimos parágrafos que fiquei muito comovida. Claro que não vou dizer, o que houve. Mas posso afirmas que aqueles que gostam de um belo drama vão se apaixonar.
 
“Uma história vívida e acessível sobre o preço altíssimo que a guerra obriga
 os inocentes a pagar.” - Kirkus Reviews
O autor usa detalhes que aparentemente não são tão necessários, mas chegam um ponto em que você não consegue entender a estória se não tiverem aqueles detalhes. São úteis e deixam a leitura mais agradável, e o leitor consegue fazer um excelente quadro mental. 

A capa é maravilhosa, e deixa bem claro a pureza e a inocência de uma criança em meio a guerra de 1914. Da um ar de criança com uma expressão de curiosidade e interesse sobre o que esta acontecendo. E mesmo que não mostre o rosto do menino, a sua postura e a linguagem corporal me permite imaginar seu semblante se perguntando: por quê?
Read More




segunda-feira, 6 de outubro de 2014

#25 Meu Correio


Boa noite meus queridos!

Vou mostrar pra vocês o que chegou pra mim nesse mês de setembro.


Chegou meus lindos e maravilhosos livros da continuação da série Os legados de Lorien, do autor Pittacus Lore (pseudônimo de James Frey e Jobie Hughes, saiba mais sobre os autores clicando aqui). Achei incrível as estórias e já fiz resenha delas, venham conferir! 


 
E chegou meu preciso, amado e lindo DVD de Em chama, continuação de Jogos Vorazes. Achei nas lojas Americanas aqui em Blumenau e estava bem barato. Ainda não assisti por que o filme ainda esta bem fresco na minha memória, então vou deixar pra um pouco mais pra frente. Mas gosto de tê-lo em minha coleção. 

É isso pessoal, não teve muita coisa esse mês, afinal to com um estoque ainda da bienal (ops, quase acabando) e de uns livros que ganhei de uma amiga, aqueles que mostrei no meu correio de numero #23. Em fim, acompanhem o blog pessoal, fiquem ligados nas promoções e participem!

E não deixem de comentar aqui no blog viu, amo saber o que vocês estão achando e o que estão lendo. 

Beijinhos meus queridos leitores. ♡


Read More




sexta-feira, 3 de outubro de 2014

PROMOÇÃO "Eu quero ser personagem do novo livro do Maurício Gomyde"‏

"Você quer ser personagem do novo livro do Maurício Gomyde e ainda ganhar um LEV?"

Hey gente linda! O autor Maurício Gomyde, parceiro aqui do blog está com uma nova promoção incrível! E tenho certeza que você não vai querer ficar de fora dessa. Vem conferir!


A promoção escolherá uma pessoa para participar da história do 6º livro do autor Maurício Gomyde, como já feito em duas outras oportunidades (nos livros "Ainda não te disse nada" e "Dias Melhores pra Sempre"). Além disso, a pessoa ainda ganha um LEV de presente

Regras para participação

✎ Seguir uma das redes sociais do Maurício Gomyde: Instagram ou Facebook.

✎ Comentar nessa postagem "Eu quero ser personagem do novo livro do Maurício Gomyde".

✎ Preencher o formulário abaixo.

✎ No campo que pede o blog que você está participando, selecione Mil Léguas.

✎ E por gentileza, seguir o blog Mil Léguas pelo GFC e curtir nossa página no Facebook, já que o resultado também será postado aqui.


✎ O sorteio ocorrerá dia 02/11/2014 - domingo, pelo Random.org.

✎ A personagem será do sexo feminino e, caso o sorteado seja uma pessoa do sexo masculino, ele poderá dedicar a personagem a alguém (esposa, namorada, amiga, irmã, etc.).

✎ Após o sorteio, o autor Maurício Gomyde entrará em contato com a ganhadora para uma entrevista (gostos pessoais, musicais, literários, cinematográficos, características físicas e de personalidade) e, assim, conseguir conceber a personagem que fará parte do novo romance.

✎ Se você quiser, pode participar em mais os outros 184 que estão promovendo essa mega promoção, basta acessar  www.mauriciogomyde.com

Boa sorte gente linda! 
Beijinhos <3


Read More




quarta-feira, 1 de outubro de 2014

#102 Resenha - A queda dos cinco (Pittacus Lore)

John Smith, o Número Quatro, achou que tudo seria diferente quando os lorienos se juntassem. Eles parariam de fugir. Lutariam contra os mogadorianos. E venceriam. Mas Quatro estava errado. Depois de enfrentarem Setrákus Ra e quase serem dizimados, os membros da Garde reconhecem que estão despreparados e em minoria. Escondidos na cobertura de Nove, em Chicago, eles planejam os próximos passos.

Os seis são poderosos, porém não são fortes o suficiente para enfrentar um exército inteiro, mesmo com o retorno de um antigo aliado. Para derrotar os mogadorianos, cada um deles precisará dominar seus Legados e aprender a trabalhar em equipe. O futuro incerto faz com que eles busquem a verdade sobre os Anciões e seu plano para os nove lorienos escolhidos. A Garde pode ter perdido batalhas, mas não perderá a guerra.

Boa noite leitores!

Continuando no clima ficção aqui no blog, trago a vocês a resenha de "A queda dos cinco". A trama continua com os lorienos planejando como será a sua estratégia contra os magodorianos. Eles passam bastante tempo treinando, depois da surra que levaram de Setrákus Ra. 

Quinto livro da série, The revenge of Seven
Lançamento previsto para novembro desse 
ano pela editora intrínseca.
Dois novos aliados se juntam ao grupo da Garde, um deles é um tanto estranho. Mas muito bem vindo. O livro é narrado por alguns personagens, entre eles: Marina, John e Sam.

Gostei muito da trama, foi de tirar o fôlego! E é muito legal quando eles descobrem um novo legado. As vezes me pego pensando como seria bacana a gente ter isso, mas ao mesmo tempo perigoso já que os humanos são descabeçados.

Em fim, voltando ao livro. Sempre achei que esse é o último da série, mas não. Ainda tem mais. O próximo se chama "The Revenge of Seven" (A vingança de Sete, na tradução livre). A número sete é Marina, como ela prefere ser chamada. Esse livro foi lançado em agosto desse ano nos Estados Unidos e será publicado pela editora Intrínseca em novembro desse ano. #chegalogonovembro.

As última páginas do livros são tão intensas que eu nem notei que eu estava lendo a última página do último capítulo. Eu virei a folha toda empolgada para saber o que vem depois, e dei de cara com a contra capa branca do livro. Eu fiquei meio What?


Gente, para vocês terem mais uma noção do que encontrar nesse quarto volume da série, assistam o book trailer de A queda dos cinco, legendado.


Meus queridos, não deixem de comentar! Amo ler os comentários de vocês, e eles são muito importantes para mim e para o blog. 
Beijinhos. 


Read More




segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Crítica do filme Maze Runner - Correr ou morrer

Em um mundo pós-apocalíptico, o jovem Thomas (Dylan O'Brien) é abandonado em uma comunidade isolada formada por garotos após toda sua memória ter sido apagada. Logo ele se vê preso em um labirinto, onde será preciso unir forças com outros jovens para que consiga escapar.

°Dirigido por: Wes Ball
°Com: Dylan O'Brien, Aml Ameen, Will Poulter 
°Gênero: Ação , Ficção científica , Aventura
°Nacionalidade: EUA
°Classificação: 14 anos

Boa tarde leitores queridos!

Este sábado fui com uns amigos assistir Maze Runner. Apesar de eu já ter lido o livro, ei fiquei muito animada e com altas expectativas quanto ao filme. Antes de eu falar do que eu achei, vou dar um breve resumex do que se trata o filme, já que a sinopse dele não diz muita coisa.

Todo mês, uma vez por mês, um garoto acorda dentro de um elevador. Ele não se lembra de nada, não se lembra do seu passado, sua família, seus amigos, nem o por que esta ali. Exceto o nome, o nome é a única coisa que eles se lembram. Quando o elevador chega no seu ponto final, eles descobrem que estão no centro de um labirinto, ao qual eles tem que achar a saída. Detalhe: toda noite os portões para o labirinto se fecham para a própria segurança deles mas as paredes do labirinto se movem, fazendo assim um novo desenho para o dia seguinte.Desvendar esse labirinto parece ser impossível, até a chegada de Thomas (Dylan O'Brien). Quando esse novato aparece, tudo começa a mudar. 

Eu achei espetacular a adaptação, apesar de claro, ter algumas mudanças do livro para o filme, na minha opinião ele seguiu a linha de raciocínio. Como por exemplo quem morre e quem vive. As coisas que mudaram alistarei abaixo, então se você não leu o livro ou não viu o filme, aconselho a não prosseguir com a resenha, mas não deixe de comenta aqui no post! ;)

Pra mim esse é o melhor trailer do filme, o mais completo e o mais emocionante. ;)


A seguir contém spoilers.

Uma das coisas que mudou foi como eles descobrem a saída do labirinto. Ficou completamente diferente do livro. No livro, eles descobrem que o labirinto tem um padrão e que cada dia, um desenho do labirinto representa uma letra. E que até Teresa ajuda eles a formar as palavras com as letras que eles descobrem. E essas palavras são uma chave para a saída do labirinto. Como uma senha. Mas no filme, eles acham um dispositivo mecânico num verdugo que foi esmagado dentro de umas das paredes. E essa é a chave ou senha para a saída do labirinto. Outra coisa é a porta ou a saída. No livro, é um foço ou um buraco no chão onde eles não veem o fundo, e dentro do buraco tem um painel onde eles digitam as palavras-senhas. Já no filme, o buraco e o painel é na parede e o dispositivo mecânico é a chave.

Outra coisa foi bem no finalzinho quando a galera acha que estão a salvos. Mostra eles dentro das instalações "seguras" e conversando uns com os outros. Já no filme apresenta eles sendo resgatados e usam helicópteros ao invés dos ônibus. E a mulher doente não aparece, e nem os jovens nas "instalações seguras". Outra mudança foi que no livro, a mulher doidona escreve uma carta contanto o resultado da fase um, no filme ela esta em uma reunião com seus colaboradores contando o desfecho. 

Na minha opinião, são mudanças leves, poderiam ter sido originais? Poderiam, mas como falou um autor que gosto, o livro é o livro e o filme é o filme, baseado no livro. Acabam se tornando estórias distintas com muita semelhança. Independente de tudo, a linha de raciocínio foi a mesma do livro, não me importei com as mudanças. Foi tudo muito bacana!

Não deixem de comentar gente linda. Os comentários de vocês são muito importantes! Beijinhos! 



Read More




domingo, 28 de setembro de 2014

#101 Resenha - A Ascensão dos Nove (Pittacus Lore)

Antes de encontrar John Smith, o Número Quatro, eu estava sozinha, lutando e me escondendo para continuar viva. Juntos, somos ainda mais poderosos. Mas isso só vai durar até precisarmos nos separar para localizar os outros. Fui até a Espanha em busca da Número Sete e encontrei mais do que esperava: um décimo membro da Garde, que conseguiu escapar vivo de Lorien. Ella é mais jovem que o restante de nós, mas igualmente corajosa. Agora estamos à procura dos outros — de John inclusive.

"O Número Um foi capturado na Malásia.

O Número Dois, na Inglaterra.

E o Número Três, no Quênia.

Fui capturada em Nova York, mas escapei.

Eu Sou a Número Seis.

Eles querem terminar o que começaram.

Mas, antes, terão que lutar."

Boa tarde seus lindos!

Semana tumultuada e não consegui me atualizar com as resenhas. Lendo mais do que escrevendo. Em fim, finalmente consegui continuar essas sequência sensacional! Não tenho muito o que falar sobre minha opinião do livro, já que ele é tão espetacular quanto os outros dois, então vou fazer um breve resumo, mas sem contar o final, é claro. E contem spoilers.

Spoilers

Na sequência em A Ascensão dos Nove, a Seis, Marina e Ella e seu cêpam vão a procura do número oito que esta escondido na Índia. Chegando lá, eles enfrentam um exercito indianos que não são muito a favor do número Oito, já que ele se diz um deus que é sagrado para o povo. Como assim? O número Oito consegue se transformar em qualquer criatura, Legado bacana não é? Então ele finge ser um deus chamado Vishnu para assim ter a proteção de um general e seus soldados. 

Enquanto isso, do outro lado do mundo, John, número Nove e BK estão se escondendo nos Estados Unidos, dos mogadorianos e do governo, que quer a cabeça de John numa bandeja de prata. Nesse ínterim, os dois discutem se devem ou não voltar para salvar seu amigo Sam, que ficou para trás como prisioneiro dos mogs.

Depois, os membros da Garde descobrem que o governo dos Estados Unidos eta aliado aos Mogadorianos a caça dos Lorienos. Então a única maneira de eles se fortalecerem é se encontrarem. 

Eles descobrem uma forma de se reencontrarem e de lutar juntos! Achei incrível a sequência, totalmente de tirar o fôlego! Vale a pena sem dúvida. Quem gosta de "coisa que não existe" vai amar esse!
Read More




sábado, 20 de setembro de 2014

#Divulgação - Sorteio da editora Novo Conceito!

Boa tarde seus lindos! 

Estou divulgando a vocês um sorteio da editora Novo Conceito em comemoração aos 300 mil curtidas na página dele no Facebook. Eles vão dar 300 livros!!! Isso mesmo. 300 livros para os seus queridos leitores!


Para saber como participar, clique aqui ou clique na imagem, que redirecionará para o post oficial da promoção. Você tem três formas de participar: facebook, twitter ou instragram. Serão 50 exemplares de Primeiro Amor, Quando Tudo Volta, A Filha do Louco, As Gêmeas, Anjos à Mesa e O Diamante.

Eu já estou participando, e você? Não perca essa oportunidade! O sorteio é simples e sem muitas regrinhas. A novo conceito espera por vocês! 
Read More




quinta-feira, 18 de setembro de 2014

#100 Resenha - Contos da seleção - O Príncipe & o Guarda (Kiera Cass)

Os dois contos que se passam no universo criado por Kiera Cass, autora da trilogia A Seleção, agora estão disponíveis em edição impressa. Em “O Príncipe e O Guarda”, o leitor pode acompanhar de perto os pensamentos e emoções dos dois homens que lutam pelo amor de America Singer. Antes de America chegar ao palácio, já havia outra garota na vida do príncipe Maxon. O conto O príncipe não só proporciona um vislumbre das reflexões de Maxon nos dias que antecedem a Seleção, como também revela mais um pouco sobre a família real e as dinâmicas internas do palácio. Descobrimos como era a vida do príncipe antes da competição, suas expectativas e inseguranças, assim como suas primeiras impressões quando as trinta e cinco garotas chegam. Para America, a vida antes da Seleção também era muito diferente. A começar pelo fato de que ela estava completamente apaixonada por um garoto chamado Aspen Leger. Criado como um Seis, ele nunca imaginou que acabaria se tornando membro da guarda do palácio. Em O guarda, acompanhamos Aspen a partir do momento que o grupo de trinta e cinco garotas da Seleção é reduzido para a Elite, conhecemos sua rotina dentro das paredes da casa da família real — e as verdades sobre esse mundo que America nunca chegou a conhecer. Leitura indispensável para os fãs de A Seleção, esta antologia inclui, ainda, um final estendido do conto O Príncipe; conteúdos extras exclusivos, como uma entrevista com a autora e dados inéditos sobre os personagens; além dos três primeiros capítulos de A escolha.

Boa tarde meu leitores amados!

Terminei mais um livro que trouxe da bienal, e esse me agradou mais do que o último. Porém, tive muitas expectativas sobre ele e elas não foram completamente alcançadas. 

O livro conta um pedaço da estória da Seleção do ponto de vista do príncipe Maxon e do ponto de vista do guarda Aspen. Começando pelo príncipe ele conta um pouco da estória com base no primeiro livro, A seleção. Mas é só um pedaço bem curto mesmo. E depois vai para a versão do guarda, com base no segundo livro, A Elite. Da mesma forma, conta só um pedaço da estória.

Abaixo, um pouquinho de spoiler de A Elite e A Escolha. Mas nada muito exagerado como o final do livro. rsrs

O que deixou a desejar foi quando contou a versão do guarda. Ele pulou direto para a punição de Marlee e de Carter, logo apos o bailer que Aspen dançou com America. Eu achei que iria contar algo mais detalhado de como Aspen foi trabalhar no palácio.

E também, me desapontei por que achei que iria falar melhor sobre como começou o envolvimento de Aspen com Lucy. Achei essa segunda parte do livro meio fraca e incompleta. 

Agora a primeira parte que começa com o príncipe eu já curti. Eu sempre achei que ele tinha se encantado pela América logo de cara, uma paixão mais forte. Mas me enganei, foi uma tração mais pela beleza dela. Nada muito forte como achava anteriormente. 

Logo depois, vem a entrevista da Kiera sobre os livros. Eu realmente fiquei contente por saber que ela se inspirou na história da rainha Ester (da bíblia) e na estória da Cinderela. Achei uma graça, e realmente fez uma combinação bem bacana. 

Mas não vou estragar mais a surpresa de vocês. Quem é fã, não pode deixar de ler. E pra quem não é fã, não vale lá muito a pena - da pra entender isso? - Por que esse livro não acrescenta muita coisa, nada mais do que vocês já não saibam pelo três outros livros.

Confira a resenha de
Read More




segunda-feira, 15 de setembro de 2014

#99 Resenha - Carta de amor aos mortos (Ava Dellaira)

Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.

Boa tarde amados leitores 

Terminei ontem a noite mais uma das minha leitura que veio da Bienal. Infelizmente, essa não me agradou. Vou explicar o por que, mas antes vou dar uma breve tapeada na estória.

Tirando a dúvida que muitos talvez possam ter, o livro não é espirita nem nada, digo isso por causa do título que ele carrega. No encontro de blogueiros da editora Seguinte perguntei sobre isso. Achei que poderia ter algo com a protagonista fazer contatos com os mortos e tal. Mas não. As cartas que ela escreve são uma espécie de diário. Ao invés de dizer "querido diário" ela diz "querida Amy Winehouse" ou "querida Judy Garland" e ela conversa e desabafa como se a pessoa fosse real, estivesse ali. Só isso..

Então, como Laurel perdeu sua irmã mais velha, entra pro ensino médio, muda de colégio e fica longe dos amigos, é difícil ela se encaixar em um novo grupo. Até que ela começa a fazer essa espécie de diário. Isso meio que da forças pra ela enfrentar suas novas mudanças. Ela faz amigos, se enturma novamente e se transforma em uma jovem mudada e mais madura. 

O livro alterna em passado e presente. Ora sobre Laurel com sua irmã e sua infância, ora sobre Laurel enfrentando seus medos e o peso da suposta culpa que carrega pela perda de May. 

A resenha continua com alguns spoilers.

Eu fiquei contente por o livro não ter uma narrativa chata de adolescente que sua maior preocupação é espinhas e dever de casa. Isso me irrita muito quando invento que querer ler livros com conteúdo adolescente. Mas não foi o caso desse. Gostei por alguns personagens terem uma voz forte e pensamentos maduros. E a forma como Laurel expressava seus sentimentos sem ser ridículos. Digo, ela tinha problemas reais. Coisas que muitos adolescente jamais passaram - e tomara que nunca passem. E pra quem teve os problemas que Laurel teve como:perda da irmã, abuso sexual e a perda da mãe por não ter aguentado o tranco por assim dizer e ter ido embora. 

Mas mesmo Laurel falando muito bem de sua irmã e de quanto ela era corajosa e destemida, fiquei indignada de como ela colocava Laurel em perigo. Poxa! Ela quer sair com um cara que tem o dobro da sua idade, dai ela leva a irmã mais nova para o cinema como desculpa para sair, deixa a irmãzinha com o amigos do cara e vai embora! Embora! Volta mais tarde pra pegar Laurel no cinema e depois e tonta concorda em fazer isso de novo, e várias e várias vezes. E em todas as vezes ela é molestada. E May, a irmã mais velha aventureira e irresponsável não sabe de nada. Como se isso nunca fosse acontecer! Sabe o que eu pensava dessa garota? Minha reação era mais ou menos assim



E o pior é que isso é uma coisa real. Essas coisas acontecem e as pessoas que caem nesse laço nunca param pra pensar na baita irresponsabilidade que esta fazendo. Por isso que essa parte do livro me deixou tão frustrada. 

Mas, o que me deixou desconfortável na estória foi algo que prefiro não comentar aqui pra evitar debates sem fim. 

Abaixo esta o vídeo da autora para os leitores brasileiros:


Segundo o blog Sobre Sagas, a 20th Century Fox comprou os direitos de adaptação de Cartas de Amor aos Mortos, romance de estreia de Ava Dellaira. A produção do filme ficará por conta de Wyck Godfrey e Marty Bowen, que já trabalharam juntos em A Culpa é das Estrelas, e o roteiro será escrito pela própria autora.

Beijinhos queridos leitores, espero que tenham gostado da resenha. Até a próxima! 


Read More




sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Sorteio de 4 anos de blog Mil Léguas!

Boa noite meus queridos leitores!

Hoje lanço mais um sorteio super bacana em parceria com o blog Fluffy. Em outubro o blog Mil Léguas completará 4 anos! Então eu e a Gabriela do Fluffy iremos te presentear com dois livros e vários mimos. Venha conferir!


PRÊMIOS

♡ Livro História da Primeira Guerra Mundial - Vitória na frente ocidental. (resenha aqui)
♡ 1 Poster de Carta de amor aos mortos
♡ 1 Poster de Em Chamas
♡ Marcadores sortidos

REGRAS OBRIGATÓRIAS!

♡ CURTIR no Facebook Blog Mil Léguas
♡ CURTIR no Facebook Fluffy
♡ COMPARTILHAR no Facebook em modo PÚBLICO a imagem promocional (CLIQUE AQUI)
♡ Clicar no botão QUERO PARTICIPAR na barra de promoções (LINK AQUI)

São apenas essas as regrinhas. Mas elas são obrigatórias. Vamos conferir se você compartilhou a imagem, por isso a importância de estar em modo público.

OBSERVAÇÕES SOBRE O SORTEIO

  O sorteio inicia no dia 12/09 e vai até 11/10
Promoção válida apenas em território nacional
♡ O ganhador será notificado pelo chat do Facebook portanto deixe-o desbloqueado para os que não são amigos.
 O ganhador terá até segunda feira 13/09 as 20:00 para responder o recado. Caso contrário farei um novo sorteio.
 Cada blog ficará encarregado de enviar seu prêmio num prazo de 30 dias.
 O blog Mil Léguas e o blog Fluffy não se responsabilizam por perdas ou extravio dos prêmios.
 Se não tiver ninguém para receber os prêmios no endereço que nos foi enviado, a mercadoria volta e o ganhador ficará responsável em pagar o segundo frete. 
 Caso isso aconteça, o prêmio será enviado após a confirmação do pagamento.

Só isso gente. O sorteio vai até 11/10 quando o blog completa 4 anos. Conto muito mesmo com a participação de vocês. Desde já agradeço muito ao carinho e a participação de todos os leitores nesses 4 anos! Muito obrigada a todos!
  

Read More




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Return to top of page
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML