segunda-feira, 21 de julho de 2014

#93 Resenha - Quem é você Alasca? (John Green)




Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".


Boa noite meus queridos leitores! Hoje terminei mais uma leitura. A "bola da vez" foi Quem é você, Alasca? de John Green. Minha opinião? Bom, minha opinião contém spoiler, então se você quer ler o livro sem estragar estória, sugiro que não leia a resenha. Porém se você tiver em dúvida de se é bom ou não, leia a resenha.

Vou ser franca com vocês, eu não li A culpa é das estrelas, mesmo querendo, não tive tempo. Mas vi o filme, e chorei do começo ao fim. É lindo mesmo. Claro que não da pra julgar apenas pelo filme, mas como na maioria das vezes os livros são melhores que o filme, acredito que eu encheria um posso com minhas lágrimas se eu lesse o livro.

O que isso tem a ver com Quem é você Alasca? Ambos os livros são do mesmo autor. Eu erroneamente fui ler Quem é você Alasca achando que seria mais uma bela e marcante estória de amor, superação, fidelidade e todas as lições possíveis. Gosto de livros assim. Mas não. A personagem principal morre no "meio do livro". Ela. Morre. No. Meio. Da. Estória. Gente! Não aconteceu nada, nadica de nada pra pelo menos a morte dela ser marcante. Assim, algum clima, algum romance, ou pelo menos algo de interessante ter acontecido durante o livro. Mas nada aconteceu! Nada. 

Eu achei que a morte dela, no final das contas seria alguma peça que eles teriam pregado na escola - o autor deve amar essa coisa de pregar peça, era o tempo todo. Mas não, ela realmente morreu. 

Sim, foi triste. Claro, mostrou a 'superação' dos amigos e o que eles fazem por uma pessoa que ama depois dela morrer. Mas esse foi um livro que não causou impacto nenhum em mim. Nenhum. Eu realmente achei que algo mais emocionante iria acontecer. 

Isso tudo se deve a minha alta expectativa. Quando lemos uma incrível história - no meu caso, assisti - esperamos que todas as outras do autor sejam tão bom quanto aquela que nos marcou, mas infelizmente dessa vez não foi.



Subscribe to Our Blog Updates!




Share this article!

Um comentário:

  1. Ao ler o livro fiquei com a mesma expectativa que você, como também não li A Culpa e das Estrelas, só vi o filmes mesmo. A história contém elementos interessantíssimos, mas começa meio sem graça e só fui pegar o ritmo lá pro final. Não consegui simpatizar com nenhum dos personagens sem falar que detestei a Alasca do começo ao fim.
    Fiquei frustada com a morte dela, me sentir enganada. Gostei do livro e dos elementos que ele aborda mais fiquei decepcionada com esse morte dela, achei desnecessário.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Return to top of page
Powered By Blogger | Design by Genesis Awesome | Blogger Template by Lord HTML